Tecnicismo jurídico e subjetivo a serviço do descrédito do Direito

A fatídica decisão do TSE caracterizou uma espetacular autofagia judicial de natureza político-eleitoral. Não só destruiu  a credibilidade da justiça eleitoral, com respingo no Supremo Tribunal Federal, como ainda ratificou, para qualquer cidadão com o mínimo de discernimento, a maneira surpreendentelastimável e risível do atuar cotidiano do Direito brasileiro.

Continue reading →